Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]




por Otília Martel, em 23.06.05

As cores do pensamento

  

 

 No tempo das cores impossíveis 

 o mundo vai ter tantos tons
 que ninguém vai fechar os olhos.
 
 Não vai ser possível sonhar...
 o sonho vai ser a vida
 a vida vai ser um sonho. 

 

 No tempo das cores impossíveis
 o azul será tão claro, que quase será branco
 e, o vermelho tão rubro, que quase será preto.
 
 No tempo das cores impossíveis
 as cores vão tomar conta do mundo
 e serão tantas, que não poderemos contá-las.
 
 (Mas quem contaria as cores?)
 
 No tempo das cores impossíveis
 muitas coisas vão acontecer,
 e ninguém mais vai ficar sozinho.
 
 Nesse tempo de cores impossíveis
 a água será salmão e o salmão será azul.
 As rosas serão verdes e as matas serão púrpura.
 
 Os amigos vão andar de mãos dadas pelas ruas, sozinhos...
 
 E quem não quiser olhar pode pintá-los de cores invisíveis
 no pensamento... na memória.
 Mas eles terão as cores mais bonitas e as mais impossíveis.
 
 No tempo das cores impossíveis
 o mundo terá as cores que já existem, no nosso coração
 as cores que já existem, dentro do nosso pensamento.
 
 (Julho de 2003)

Autoria e outros dados (tags, etc)


Comentar:

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.



Mais sobre mim

foto do autor